Arquivo da tag: evento

Um aniversário emocionante – evento Kinoshita

Tivemos recentemente um evento de aniversário inesquecível. Foi muita emoção, não só pelo evento em si, mas também pela presença do estagiário que veio de longe e teve a oportunidade de participar. Aliás, todos as fotos deste evento são do nosso querido estagiário, Guilherme Luna.
Trabalhar em eventos é um pouco diferente da rotina do restaurante, o que adoro demais, pois representam novos desafios e aprendizados. Cada detalhe deve ser planejado para que o evento seja um sucesso, desde a escolha das louças, equipamentos a serem utilizados, as sequências, o posicionamento de pessoal, sintonia da equipe, o timing de preparação e montagem dos pratos, entre outros.
Momento de descontração um pouco antes do início do evento, esse era o clima da equipe.
Kino_EVT2015_0017Além da qualidade dos pratos, um item exigido foi a pontualidade e velocidade. Equipe unida, concentrada, muito foco e sincronia.
Kino_EVT2015_0014Não dava para esconder a alegria de trabalhar neste evento, rs.
Kino_EVT2015_0002O evento foi um sucesso!!! Sermos chamados no final para receber aplausos dos convidados foi inesperado e emocionante. Essa sensação nos dá força, inspiração e grande alegria.
Prontos para o próximo!!!
Kino_EVT2015_0020
Restaurante Kinoshita
Website: http://www.restaurantekinoshita.com.br/
Endereço: Rua Jacques Félix, 405, Vila Nova Conceição, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3846-7327 / 3849-6940 / 3842-7714 / 3045-7774.
Horário de funcionamento: Seg a Sex, 12h às 15h, e 19h à 0h; Sáb, 12h às 16h, e 19h à 0h; Dom fechado.

Harmonia Assimétrica 2

Na última quarta-feira, 11 de Março de 2015, ocorreu no Restaurante Vito a segunda edição do Harmonia Assimétrica, um jantar harmonizado feito pelos chefs André Mifano e Tadashi Shiraishi.
Desta vez participei do evento no outro lado do balcão, trabalhando. Uma experiência inesquecível, poder trabalhar, e principalmente aprender com profissionais que admiro e passei a admirar muito mais. Uma coisa é ter noção do que acontece nos bastidores de um evento, e outro é participar dele, desde o pré preparo até o acabamento final do prato.
Spoon.2015_0379Desta vez, entre as coisas que mais me impressionaram estão a organização e planejamento do chef André Mifano, orquestrando desde a preparação até a saída dos pratos para os comensais que aguardavam ansiosamente pela sequência harmonizada –  timing, mapa das mesas, posicionamento do staff… A vibe da cozinha com momentos de descontração, outros de concentração. Apagam-se as luzes, música no ar, cada um com a sua forma de preparar a mente para a saída dos primeiros pratos…
Spoon.2015_0381Conhecer novos sabores, novas técnicas dos chefs é outro ponto alto. Um exemplo e a batata “ostentação” (kkk) com manteiga de caviar. Dá para viciar e muito!!! rs.
Spoon.2015_0382A união do oriente e do ocidente para um jantar mais do que especial. Quer saber qual foi o cardápio?
Tadashi Shiraishi Algas ao cubo
André MifanoVieira, castanha do Pará, semente de tomate fermentada e clorofila
Tadashi ShiraishiTosa-fu hikarimono moriawase
André MifanoWagyu, beterraba, ovo e gergelim selvagem
Tadashi ShiraishiMatsutake gohan
André MifanoPrime Rib de Angus, batata e manteiga de caviar
Tadashi Shiraishi Amêndoas, goji e maçã
André MifanoChocolate, chá verde e shiitake
Spoon.2015_0383Parabéns aos chefs André Mifano e Tadashi Shiraishi por mais um evento lindo! Agradeço também de coração pela oportunidade de trabalhar e aprender com todos que participaram do evento.

Restaurante Vito
Website: http://www.vitorestaurante.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/restaurantevito?fref=ts
Endereço: Rua Isabel de Castela, 529, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3032-1469.
Horário de funcionamento: Ter. a Sex., 12:00 às 14:45 e 19:00 – 22:45; Sáb. 13:00 às 15:45 e 19:00 às 22:45.

Brewdog Tokyo Hound – 1

Aconteceu no dia 2 de Dezembro de 2014, a primeira edição do BrewDog Tokyo Hound, Jantar temático harmonizado por Tadashi Shiraishi e Carolina Oda – cervejas de primeira harmonizadas com cozinha japonesa que vai muito além do peixe cru!
Local do evento, Brewdog São Paulo, em Pinheiros, de frente ao Instituto Tomie Ohtake.
Spoon.2014_BTH_0004Para os amantes da boa cerveja, um local que merece ser visitado.
Spoon.2014_BTH_0002E neste dia, além das ótimas cervejas, ocorreu a harmonização com comida japonesa, orquestrados pelo chef Tadashi Shiraishi e a sommelier de cerveja C
arolina Oda.
Spoon.2014_0008

Spoon.2014_BTH_0023Um dos destaques da noite – Atum e linguado curados com shoyu desidratado e picles de wasabi.
Spoon.2014_BTH_0006Outro destaque – Pupunha, alho poró, parmesão e dry misso.
Spoon.2014_BTH_0013Para finalizar, o tradicional Dorayaki com ganache emel, e mousse de caramelo com banana, executado por Tadao Arakaki.
Spoon.2014_BTH_0019
O sucesso do evento resultou na segunda edição, que acontecerá no dia 18 de Março de 2015. Garanta a sua vaga para a harmonização pelo Foodpass:
Brewdog Tokyo Hound – 2https://foodpass.com.br/brew-degust-18-03.html

Brewdog São Paulo
Website: http://brewdog.com/
Facebook: https://www.facebook.com/brewdogsaopaulo
Endereço: Rua Coropé, 41, Pinheiros, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3032-4007.
Horário de funcionamento: seg a qua, 18h às 0h; qui, 18h às 1h; sex, 18h às 2h; sáb. 14h às 2h; dom, 15h às 23h.

Participando do Terceiro Encontro Gourmet como Foodblogger

A minha vida de Foodblogger começou no final de 2012, justamente quando tinha resolvido mudar de carreira e mergulhar na gastronomia. O caminho ainda estava bem incerto, sem saber como e o que fazer, só sabia que queria viver cozinhando. Resolvi então criar um blog, inspirada também pelo filme “Julie & Julia”, rs. Daí nasceu o Spoon Experiências Gastronômicas!
Uma das pessoas que contribuíram muito para a evolução do meu blog foi Sandra Reis, do Blog Caldeirão da Bruxa Solar. Nos conhecemos no evento de premiação do concurso de Páscoa da Editora Panelinha com a CAU Chocolates (Post – E saiu o resultado do Concurso de Páscoa), e no mesmo dia me passou generosamente uma série de dicas que são úteis até hoje. Não me considero uma blogueira de atividade intensa, mesmo porque depois de passar a trabalhar em restaurante não me sobra muito tempo, mas tento seguir vários dos conselhos que a Sandra me passou.
Este ano tive a feliz oportunidade de participar do Encontro Gourmet, em sua terceira versão, sendo a Sandra uma das organizadoras. É um momento de interação entre blogueiros e empresas do setor alimentício. Ainda convidei dois amigos blogueiros, então além do evento em si, foi um momento de reencontrar amigos!
IMG_4831Paulinha, à minha esquerda, tem o blog Dim Sum Café, e o Jairo, à minha direita, criou recentemente o Blog No Fish No Seafood.
Infelizmente, só consegui chegar no final da tarde, depois do expediente no restaurante. Mas pelo que os dois me contaram, foi uma oportunidade incrível de conhecer outros blogueiros, além de passar o dia em variadas experiências gastronômicas.
O Encontro Gourmet ocorreu na Faculdade Estácio, na Chácara Flora (São Paulo, SP), onde existem vários laboratórios de cozinha. Os corredores estavam tomados por stands de empresas do setor alimentício, tanto alimentos em si quanto equipamentos. Uma oportunidade de conhecer fornecedores, produtos e novidades no mercado.
Participei de poucas oficinas e um dos que mais me chamou a atenção foi a de gastronomia molecular, com a tal da esferificação que queria muito conhecer.
IMG_4845Nas apresentações ocorre a divulgação dos produtos, como pode ser observado na foto. Confesso que fiquei com mega vontade de comprar quase todos, mas os preços são bem amargos para uso caseiro…
IMG_4844As esferas feitas com molho de tomate e mergulhadas em azeite.
IMG_4846Claro, não podia faltar a degustação que ocorre sempre no final das apresentações das oficinas.
IMG_4848No final, uma grande surpresa, literalmente. E susto, porque não? heheheh. Todos ganhamos kits gigantescos de produtos dos patrocinadores. O volume e o peso era tão grande que precisamos levar de carrinho para o carro, pode?
IMG_4860O que tinha dentro? Detalhe que não está tudo na foto… Realmente será uma chance muito bacana de conhecer alguns produtos, testar receitas e tudo mais! Com certeza terei mais e mais assuntos para os próximos posts!
IMG_4861Gostaria de agradecer de coração à Sandra Reis, não somente pelo evento, mas por toda a contribuição para o meu blog. Aproveito também para parabenizar todos os envolvidos na organização deste evento. Sucesso! E que venham mais Encontros Gourmet!
IMG_4862Encontro Gourmet
Facebook
: https://www.facebook.com/EncontroGourmet?fref=ts
Website: http://encontrogourmet.com.br/

Fispal 2013 – Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Alimentação Fora do Lar

Na semana que passou, ocorreu a Fispal 2013, nunca havia participado e estava bem curiosa, ainda mais o evento ocupando toda a área do Expo Center Norte. Dizia o site que é o maior evento do setor na América Latina. Além da Fispal, ocorria simultaneamente a TecnoSorvetes, a Fispal Café e o Sial Brazil. A entrada já estava bem movimentada, bom sinal.

Spoon_Fispal_2013_001De cara, vários equipamentos interessantes.

Spoon_Fispal_2013_003Mas aí chegou o stand japa, opa, referências e idéias para o novo emprego? rsrs.

Spoon_Fispal_2013_012

Gelatinas com colágeno sem sabor, hm, parecem ovas de peixe. A idéia aqui é vender as vantagens do colágeno.

Spoon_Fispal_2013_004Até que parece com sagu, não?

Spoon_Fispal_2013_005Flores secas sem sabor e comestíveis para variados fins. Uma graça!

Spoon_Fispal_2013_007Temperinhos! Adorei o pozinho de Yuzu (cítrico tipo tangerina).

Spoon_Fispal_2013_008As garrafas em formato de caveiras do stand de tequila.

Spoon_Fispal_2013_009Esse cheddar com jalapeño fez bater saudade dos EUA, muito bom.

Spoon_Fispal_2013_011Stands de docerias francesas.

Spoon_Fispal_2013_013Pães maravilhosos saindo do forno para degustação.

Spoon_Fispal_2013_014Juro que tinha rodado apenas uns 5% do evento e já estava ficando cheia. Jantar, nem pensar! kkk

Uma coisa bem interessante foi o tour de como funciona um restaurante, onde os visitantes podem conhecer todas as etapas e áreas.

Spoon_Fispal_2013_015Workshops também estavam acontecendo, mas pelo horário que cheguei e pelo tempo que eu tinha, não deu para participar de nenhum, infelizmente.

Spoon_Fispal_2013_016O stand do badalado Rogério Shimura.

Spoon_Fispal_2013_017Máquinhas que chegam ser engraçadas. Esse, por exemplo a coxinha sai pronta, mas parece que a máquina está defecando, hahaha.

Spoon_Fispal_2013_024Coisinhas para buffets.

Spoon_Fispal_2013_028E o setor de sorvetes, meu deus…

Spoon_Fispal_2013_032Olha o tamanho desta degustação… Não é à toa que saí quase rolando do evento! kkk

Spoon_Fispal_2013_033

Muitas tentações…

Spoon_Fispal_2013_034

Esse de Smirnoff Ice estava ótimo.

Spoon_Fispal_2013_035Pena mesmo que só consegui ir um dia e de ficar apenas 2 horas. Foram muito interessantes as conversas que pude ter nos stands, muitas novidades, idéias e referências. Quem sabe na próxima edição consigo visitar mais dias e/ou ficar mais tempo. A todos que curtem a área, recomendo! É bom ir de calçados confortáveis, pois a caminhada é intensa.

 

Festa do Ano Novo Chinês na Liberdade!

Feliz Ano Novoooooo (mesmo uns dias adiantados, hehe)!!!

Depois de anos relutando em ir a este evento, por saber que fica muito cheio, resolvi conhecer, mas agora sob um aspecto diferente, mais focado na comida, rs. Pensei muito antes de sair de casa por estar meio doente, mas a vontade de ter a chance de comer o meu guioza preferido que nunca mais tinha encontrado na feira da Liberdade, me deu uma motivação a mais.

E começa a festa!!! Marcado para começar às 11:45, fui mais para o meio dia, pois sempre imagino que vai atrasar. Estava começando a encher de gente, transitável ainda. Mas em questão de minutos ficou bem cheio. E lá vem o dragão!

Spoon_AG_0049Fui direto para o meu alvo principal, a tradicional barraca de guioza, e por sorte estava no local onde sempre costumava ficar. Dei de cara com eles na chapa… Bati o olho e pensei, é esse mesmo, sem dúvida alguma! Nhamy…

Spoon_AG_0014E o balcão com vários molhos e o pepino para acompanhar!

Spoon_AG_0019Os meus acompanhamentos preferidos são o pepino e o molho com gergelin e misso, que coisa mais deliciosa…. para mim é o melhor que já comi (R$ 4,00)! E claro, perfeito do jeito que gosto, com o leve crocante por fora e massa macia e úmida. Obs: para mim guiza frito como pastel, em óleo abundante, não é guioza.

Spoon_AG_0020E depois ainda comi o nikuman de vegetais com curry (R$ 5,00). Tava muito bom também, mas obviamente não supera o guioza. A massa, tava boa demais!

Spoon_AG_0023E uma coisa que me fascina nesses eventos ao ar livre é exatamente ver essas pessoas preparando a comida, para mim faz toda a diferença na experiência como um todo. O carinha à direita preparando a massa, cortando e abrindo, e no fundo uma moça oriental que fazia os guizas com uma delicadeza e habilidade que eu não cansava de olhar. O chapeiro do guioza também, muito habilidoso e organizado.

Spoon_AG_0017 Na outra barraca o que parecia um okonomiyaki. Meu, que zona, mas ele se virava lá, hehe.Spoon_AG_0024Ah o takoyaki! Adoro ver esse pessoal preparando, é muito divertido como eles rolam as bolinhas com polvo rapidinho, sem fazer bagunça, rsrs. Gosto muito de takoyaki, mas como já tinha comido muito e queria uma sobremesa, me segurei.

Spoon_AG_0028Na barraca do sushi, o tiozinho no fundo, solitário e concentrado.

Spoon_AG_0027Tinha até sorvete de gengibre (R$ 3,00). Tive que experimentar, ainda mais nesse calor! Tava gostoso… na verdade eu esperava um sabor um pouco mais requintado, ficou mais puxado para caramelado, mas deixava o gotinho gostoso de bala de gengibre no final.

Spoon_AG_0043E a sobremesa mesmo que eu queria comer já a algum tempo, o imagawayaki, com recheio de pasta de azuki doce (R$ 3,00).

Spoon_AG_0029Tinha barracas de comida tanto na praça, que são os tradicionais dos fins de semana, e na ponte da R.Galvão Bueno. Achei que as comidinhas da praça estavam bem melhor feitas, os cozinheiros eram bem mais habilidosos, talvez pelo tempo experiência nesse ponto.

Além dos comes, a feirinha de artesanato tradicional na Praça da Liberdade, e na ponte barracas de bijuterias, roupas e até de Anime.

Spoon_AG_0044Uma coisa boa é que as ruas foram interditadas e as lojas estavam abertas. Assim, quando sentia muito calor entrava nas lojas com ar condicionado, heheh. A fila enorme nem me incomodava, neste caso, kkk. Apesar de bem cheio, senti uma vibe muito diferente do evento Chefs na Rua, ninguém me incomodando, uma energia gostosa, pessoas impressionadas com as comidas diferentes e suas formas de serem preparadas, enfim, pelo menos eu senti isso. E olhe que caminhei muito, só para não ver se não era apenas uma impressão de poucos minutos. Saí de lá era umas 15 horas.

Adorei a minha primeira experiência nesse evento!

 

O fatídico evento Chefs na Rua

Hoje resolvi conhecer o evento Chefs na Rua, que está acontecendo em frente ao Teatro Municipal. Como está em sua terceira edição, e com críticas em relação à organização do ano passado, achei que teriam melhorado. Fui com fé.

O evento estava marcado para começar às 14hs, achei melhor ir um pouco depois, pois poderiam ainda estar terminando de ajeitar as coisas. Cheguei um pouco antes da 15hs e quando desci do ônibus quase no local do evento, a visão do inferno, multidão, coisa que detesto…

Spoon Experiências GastronômicasPrimeira barraca que vi, estava escrito Estrogonofe… nossa, já me bateu o maior desânimo, sério? Andei mais um pouco, filas grandes, estilo playcenter na infância? Poutz…

Spoon_2013.01.25_006A escadaria do Teatro Municipal virou uma arquibancada para os comensais e pessoas tirando fotos. Andar? Só esbarrando em pessoas, pessoas, mendigos, pessoas, moleques de rua, pedintes, fotógrafos, ahhhhhhh.

Até que encontrei uma amiga, o que me fez sentir um certo alívio. Foi só o tempo de eu perguntar que horas ela havia chegado e grudou um pedinte, que apesar dela dizer que estava segurando pratos que não eram dela, só parou de nos molestar quando demos uma coxinha. Poucos momentos depois chegou a amiga dela, era 15hs, e ela informou que havia pego os últimos pratos da barraca de bacalhau. Sério? Era um que eu queria experimentar, e como assim, acabou em 1 hora??? Que organização é essa? Nessa hora pedi licença para tentar pegar a maior fila, a do Hamburguer de pato, vai que acaba, né. E no caminho, a belezura de lixo. E olha que tilha lixeiras espalhadas a rodo em todo o evento… Aquilo, as pessoas veem lixo, vão seguindo o exemplo, o de sempre…

Spoon Experiências GastronômicasE finalmente achei a barraca do hamburguer, o difícil foi achar o fim da fila. Passei por apresentações musicais irritantes (os mesmos que ficam nessa área diariamente), moleques  chutando latas em cima das pessoas que passavam, catadores na sequencia pegando essas latas, mendigos pelos cantos, pessoas fulando fila…. Consegui comprar o lanche em 30 minutos cronometrados. E finalmente o Hamburguer de pato:

Spoon Experiências GastronômicasOlha, se não fosse esse hamburguer delícia, juro que só teria falado mal desse evento. O pão estava muito macio, o recheio considerando um evento, estava até que generoso, a maionese combinava bem e o pato bem temperado. Pena que o contexto em nada ajudou a apreciar melhor esse lanche. Imagine vc comendo isso com pessoas de tudo quanto é tipo esbarrando, cheiro podre de região central onde costuma ter gente demais, e som irritante. E comendo o tal do lanche, fui furtada, um celular velho, mas foi furto.

Bem, apesar de tudo, ainda saí emocionalmente menos abalada, pois os policiais que me atenderam foram extremamente atenciosos e gentis. Fizeram o Boletim de Ocorrência (BO) na hora e como disseram chegou rapidinho no meu email. No meio do atendimento, informaram que outras pessoas já haviam feito BO nesse evento e que eles não tinham efetivo suficiente para um evento desse. E quase no fim do meu atendimento começou a formar uma fila de pessoas para fazer BO também, isso com o que, 1 hora de evento??? Medaaa…

Apesar do hamburguer gostoso, infelizmente a experiência como um todo desse evento foi péssima. Evento várzea!!!!

Nossa, como senti saudade do evento “O Mercado”, que diferença abismal…. Além de tudo já relatado, senti muito a falta da interação entre chefes e o público, seja pelo bate-papo que comumente acontecia em “O Mercado”, e a atuação deles na preparação dos alimentos. Hoje parecia mais uma fila de bandejão, filas enormes, você paga, pega o alimento e sai, num movimento quase que mecânico.