Arquivo mensal: maio 2016

Nos bastidores dos pratos

Para mim, quem gosta de cozinhar, não aprecia apenas o prato pronto, finalizado, todo bonitinho, mas também todo o processo, desde a escolha das matérias primas até a sua manipulação. Hoje resolvi selecionar algumas fotos que gosto dos diferentes pratos que preparei em casa. Há tanta beleza nesses momentos que resolvi compartilhar!
Ovos, muitos ovos!
SpoonCook.2014_016
Pargo, direto do mar.
SpoonCook.2014_011
Tarde abrindo pecãs.
SpoonCook.2015_0090
Favas dando um upgrade no açúcar.
SpoonCook.2015_0218
Suculenta tangerina Clementina.
SpoonCook.2014_053
Espinafre branqueado.
SpoonCook.2014_076
Escolhendo cortadores.
SpoonCook.2014_065
Espinhas do linguado.
SpoonCook.2014_048
Bolinhas de chá verde e limão, feitos com kanten.
SpoonCook.2014_020
Base: ovos, açúcar e baunilha.
SpoonCook.2016_0020
Chiffon: Matcha, farinha de trigo e fermento em pó.
SpoonCook.2016_0024
Chiffon e a sua leveza.
SpoonCook.2016_0028
Amassando, alisando… Antes e depois…
SpoonCook.2015_0058
Abrindo a massa na farinha de trigo.
SpoonCook.2016_0001
Massa rústica caseira, aberta no rolo e cortada na faca.
SpoonCook.2016_0004
Massa na maquininha.
SpoonCook.2015_0073

O fim de uma jornada – Restaurante Kinoshita

Aqui termina uma longa jornada, quase três anos no Restaurante Kinoshita. Este lugar sempre terá um lugar muito especial no meu coração, foi onde pude descobrir o que realmente amo fazer. Quem me conhece sabe das tantas áreas pelas quais passei para chegar aqui.
Hoje dedico o post ao restaurante e toda a equipe, agradeço de coração por tudo, pelas risadas, pelos choros, pelos aprendizados, pelos estresses, pela experiência, pelo crescimento pessoal e profissional.
Ao chef Murakami san, um grande agradecimento pelos aprendizados, lidar com público não é fácil, ainda mais lidando com tantas coisas ao mesmo tempo, como facas, fogo, óleo quente, velocidade, agilidade, beleza, delicadeza, apresentação…
Kinoshita_Pati_001
À Suzana Murakami, imensa gratidão pelos conselhos, pelo apoio, por me ajudar a amadurecer. Às vezes, o que acontece nos bastidores, é até mais intenso do que o que se vê no balcão.
Me considero uma pessoa de muita sorte. Todos sabemos que trabalhar na área de restaurantes significa conhecer muita gente e se despedir da mesma forma de muitas pessoas. Uma área em que os profissionais entram e saem facilmente. Ainda assim, tive a oportunidade de trabalhar com pessoas incríveis, que me ensinaram, que me deram broncas quando precisei, que me forçaram a crescer, para me tornar melhor a cada dia.
Saudade do ex sous chef Sallada, gostava muito da sua forma de comandar, das exigências na qualidade dos pratos que saíam e da sua forma divertida de criar pratos.
1620481
Agradeço ao sous chef Alex pela paciência. Sei que muitas vezes não foi fácil, diferentes opiniões e pontos de vista. Mas foi quem teve a maior paciência em me ensinar tudo do zero, desde afiar a faca, abrir carnes, cortar vegetais, preparar caldos… Serei sempre grata.
MF5.2015_002
Pessoas que se tornam queridas para sempre, seja da cozinha, seja do salão.
Kinoshita_2013_0009Trabalhar na cozinha não é fácil, é um trabalho pesado, exige concentração, resistência, força, criatividade, disciplina, não é esse “glamour” que passa na televisão. Mas mesmo assim, sempre encontramos momentos de descontração.
10257113Além de muitos brindes!
Spoon.2015_1788
Trabalhar no Kinoshita também significa aprender outras coisas além da cozinha. Conhecer bebidas incríveis como o maravilhoso champagne Krug.
Kino_EVT2015_0040
Ter treinamentos sobre sakes.
Kinoshita.2015_041
Conhecendo a fundo, não somente as características teóricas das bebidas.
Kinoshita.2015_039
Poder participar de eventos dos mais variados. Sim, é uma experiência totalmente diferente de estar dentro do restaurante – a organização, a logística, as limitações, etc,
Kino_EVT2015_0017
Depois dos primeiros momentos de tensão de um evento, vem a alegria.
Kino_EVT2015_0002
Momentos que acabam unindo a equipe.
Kino_EVT2015_0020
Eventos em locais mágicos, imagine, Sala São Paulo!
IMG_9677Pratos planejados para cada ocasião, com toda a delicadeza e elegância.
IMG_9681
Momentos de criar. Que cozinheiro não gostaria de criar um prato seu? E se além de criar, fosse parar em uma publicação? Ah, é muita felicidade! Esse é o meu Buta Misso Yaki.
Kinoshita
Desafios dia a dia, um dos meus grandes desafios foi o tempura. Entender as características da massa, as diferentes técnicas existentes, o controle do óleo…
IMG_4400
Mas tudo fica muito mais fácil com o apoio dos amigos, né não? Agradeço a todos os amigos que vieram de longe – Piracicaba, Paraná, Argentina e até Espanha! Pode?
IMG_0034
E aos de perto também, sempre animando o dia e fazendo crescer o grupo! Amigos de academia, de colégio, de faculdade, de trabalho…
Kinoshita_Pati_004
Fora os(as) grandes companheiros(as) de profissão, de garfo e copo!
MF5.2015_003
Ah, não podemos esquecer os momentos de tietagem, hehe. Grandes chefs, como Michel Bras.
IMG_5472
E o Hattori san, direto do Japão.
IMG_5160
Tietagem divertidíssima com Fábio Porchat.
Kinoshita_x
Se me considero uma pessoa de sorte? Perguntem a qualquer funcionário do restaurante, kkk. Quem ganhava a maioria dos sorteios de qualquer coisa? hehe.
Kinoshita_2014_0022
Até uma Dom Pérignon ganhei! kkk. Há muito o que se comemorar nesses quase três anos!
Spoon.2015_1785E aqui termina a jornada pelo restaurante Kinoshita, fechando com a nova geração de funcionários para os quais desejo muito sucesso! Que seja apenas uma passagem e não o fim de uma experiência, que as amizades sejam duradouras, que o companheirismo e os aprendizados uns com os outros continuem sempre. Muito obrigada a todos, do fundo do meu coração!
Kinoshita.2016_006

Mimo

Restaurante localizado no Jardim Paulistano com cardápio de vocação mediterrânea, é um espaço clean e elegante.
Levamos uma garrafa da Cave Geisse Nature, nada como curtir a garrafa que gostamos em um lugar agradável. Aqui a taxa da rolha é R$ 30.
Spoon.2016_0025
Esse foi o mimo do dia, cortesia da casa, um bolinho de arroz recheado, empanado e frito.
Spoon.2016_0026Não costumo aceitar o couvert, mas esse tive que experimentar por conta de recomendações. Realmente vale a pena. Os diferentes pães macios e quentinhos, as manteigas aromatizadas  e o azeite, tudo delicioso (R$ 9).
Spoon.2016_0027
Um dos pratos pedidos na mesa foi – Lulas recheadas, Parma, farofa de pão e ervas, Tomate confitado, Sorvete de rúcula. A lula estava muito boa, mas o sorvete que acompanhava surpreendeu! (R$ 61)
Spoon.2016_0028
O meu prato principal – Taglioline negro, Camarão, Bacalhau, Molho de tomate picante, Ervas. Estava bom, a massa ao ponto, mas no final o gosto picante sobressaiu um pouco. (R$ 51)
Spoon.2016_0029

Restaurante Mimo
Website: http://mimorestaurante.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/RestauranteMIMO/?fref=ts
Endereço: Rua Caconde 118, Jardim Paulista, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3052-2517.
Horário de funcionamento: Almoço – Seg a Sex 12h/15h; Sáb, Dom e Feriados das 12h30-16h. Jantar – Ter a Qui das 19h30/23h; Sex e Sáb das 19h30/00h.

 

JoJo Ramen – Original Tokyo Ramen!

Inaugurado na quarta-feira passada, dia 4 de Maio de 2016, JoJo Ramen promete ser um grande sucesso na cidade. A casa é especializada  no ramen, “um macarrão de consistência firme e deliciosamente escorregadia, servido numa grande tigela com caldo denso e fumegante, acompanhado de copa-lombo, brotos de bambu, ovo cozido…”
Localizado no bairro do Paraíso, está fazendo muito sucesso, inclusive entre os japoneses expatriados. No terceiro dia após a abertura da casa, a fila já começava a se formar.
Spoon.2016_0169
O nome JoJo vem do kanji que significa acima, superior, e essa é a idéia, servir um ramen de alta qualidade. O ideograma pode ser visto no desenho do barco à direita na foto abaixo.
Spoon.2016_0174
Para preparar o ramen com sabor original, vieram do Japão chefs do Jiraigen, uma das casas mais tradicionais de ramen em Tóquio. Tudo é preparado cuidadosamente, desde os caldos até a massa. Para aqueles que gostam de acompanhar as preparações, um pequeno balcão nos fundos do estabelecimento.
Spoon.2016_0187
As opções de ramen são Shoyu, Shio, Misso e Kara Misso, que podem vir acompanhados do ovo com a gema mole, o hanjuku tamago. Existe também o tsukemen, uma nova tendência em Tóquio, na qual o macarrão é servido separadamente do caldo. Os preços variam de R$ 27 a R$ 37.
Esse é o Shoyu Ramen.
Spoon.2016_0179
Para os dias frios, o Kara Misso Ramen – futomen, 2 fatias de chashu, 3 folhas de nori, yasai, hanjuku tamago e blend de pimentas – cai perfeitamente! O macarrão mais grosso, o sabor intenso e a pimenta esquentam até a alma.
Spoon.2016_0188
O caldo é especialmente delicioso, equilibrado. Sim, tem pimenta, mas apesar da cor, é bem suave.
Spoon.2016_0183
Além do ramen, ainda existem itens de acompanhamento como o karaague, karaague don e chashu don. Como petiscos, o menma (broto de bambu), kimuchi e tsukudani.
Na sobremesa destaca-se o famoso Choux-cream da chef pâtissière Vivi Wakuda.
A casa abre às 18:30, e após a abertura da porta, o salão se enche em questão de segundos.
Spoon.2016_0184
Em quatro dias de serviço foram servidos mais de 700 ramens! A fila ainda está enorme, a foto abaixo foi o registro da hora da abertura da casa no terceiro dia, após todos os assentos terem sido ocupados pela primeira leva de clientes.
Spoon.2016_0189
Não vejo a hora de retornar para experimentar todas as opções.
Muito sucesso à equipe do JoJo Ramen! Gotisousamadeshita.

JoJo Ramen
Website: http://www.jojoramen.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/ramenjojo/?fref=ts
Endereço: Rua Dr. Rafael de Barros, 262, Paraíso, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3279-5005
Horário de funcionamento: Seg a Sáb das 18:30 às 22h.

Bottle Bag ou Bolsa para Vinhos

Trabalhando em restaurante, reparei que alguns clientes traziam suas garrafas de vinhos e espumantes. Nem todo o restaurante possui cartas amplas, ou as bebidas que os clientes querem degustar, assim, várias pessoas levam suas próprias bebidas. Alguns restaurantes cobram para poder levar a própria garrafa e outras não. É a chamada “taxa de rolha”. Segundo Elisângela Hesse, autora do post “Saiba tudo sobre a taxa de rolha nos restaurantes do Brasil“, “O motivo da taxa é simples: ao tomar o seu próprio vinho o restaurante terá de disponibilizar taças adequadas, balde de gelo, decanter e outros serviços“.
Achava interessante, mas foi só quando ganhei a minha bolsinha de garrafa é que a coisa ficou divertida. Essa charmosa bottle bag vermelha veio com champagne dentro, mas agora uso para levar as minhas garrafas geladas a restaurantes ou casa de amigos.
Spoon.2016_0143
Aqui ainda deixo alguns modelos que achei lindo e/ou prático. Maletinha para três garrafas.
BottleBag_006Versões com materiais tipo neoprene.
BottleBag_009Delicados, em estilo oriental.
BottleBag_005Em grande estilo, como da Krug.
BottleBag_003A clássica maletinha com taças da Veuve Clicquot. Adoro esse tom de amarelo e as taças, quem sabe um piquenique romântico, rs.
BottleBag_001Outra maleta que adorei para poder fazer um piquenique completo, imagine, além das garrafas ainda cabe o lanchinho!
BottleBag_008As bolsas podem ser adquiridas em lojas especializadas de vinhos e acessórios de cozinha. Já os promocionais são mais difíceis de conseguir, geralmente disponibilizados em épocas festivas, mas vale a pena adquirir um se puder.
Que tal aproveitar um dia lindo para um piquenique bem charmoso, ou curtir a bebida que você escolheu ou ganhou em um restaurante com as comidinhas e o ambiente que você adora!