Arquivo mensal: fevereiro 2016

Huto Izakaya nasce com proposta diferenciada

A moda agora, pelo menos em São Paulo, parece se abrir um izakaya, isto é, boteco japonês. Inicialmente concentrados na região da Liberdade, atualmente encontramos vários izakayas especialmente na região do Jardins e Pinheiros. Indo em caminho diferente, em pleno Campo Belo, surge o Huto Izakaya do Fábio Yoshinobu Honda. Não somente a localização é diferenciada, mas também a sua arquitetura elegante que pouco lembra a palavra boteco. Os ambientes são bem confortáveis e aconchegantes, nos convidando a passar horas degustando as maravilhas da casa.
HutoIzakaya_001p
A área externa que atualmente serve de apoio para espera oferece um ambiente tão agradável que facilmente faz esquecer que estamos no meio da semana de trabalho. Nesse ambiente, um sake ou uma cerveja cai muito bem!
Spoon.2016_0088
Internamente são 10 lugares no balcão e 24 nas mesas. O meu lugar preferido é o balcão, onde posso acompanhar muitas das preparações e conversar com os cozinheiros. Neste dia tive a oportunidade de conhecer o Tamada, super simpático e atencioso no balcão. Aliás, toda a equipe tem uma vibração muito positiva, o que torna o ambiente ainda mais acolhedor.
Spoon.2016_0091
A carta de bebidas é bem interessante, não é muito extensa, mas ao mesmo tempo oferece uma variedade boa. Geralmente não vejo muita opção em izakayas, cervejas que não costumo apreciar muito ou sakes oferecidos apenas como seco ou suave. Em izakayas, costumo dar preferência aos sakes e cervejas, e esta noite foi a do sake!
Spoon.2016_0090
Para começar, de otoshi, o clássico Aguenasu, berinjela frita, macia e suculenta.
Spoon.2016_0089
Na sequência um clássico do Restaurante Huto, o Tamago Furai – ovo à milanesa cozido em baixa temperatura, com ovas de salmão e azeite trufado. Confesso que quando soube que eles serviam essa especialidade do Chef Adriano de Lima, quase pulei de alegria. Por quase dois anos estava tentando marcar de conhecer esse ovo com uma amiga, e nunca havia conseguido. Posso dizer que valeu a pena a espera, rs.
Spoon.2016_0092
Na sequência dois petiscos. O primeiro foi o Maguro Dangô, bolinhos com creme de atum ao molho de tonkatsu e aromatizados com katsuobushi (flocos de peixe seco bonito). Destaco a cremosidade do recheio e a delícia do molho tonkatsu feito totalmente na casa.
Spoon.2016_0093
O segundo foi o Hotate Nassu, vieiras e berinjelas assadas, temperadas com molho de amamissô. As vieiras e berinjelas preparadas na brasa são maravilhosas, aquele leve defumado que combina perfeitamente com o molho de amamissô.
Spoon.2016_0078
A recomendação da casa são as robatas, porções individuais com uma variedade ampla de opções que vão desde verduras, passando por tofu, frutos do mar, até carnes. Pode-se até dizer que são robatas “gourmet”, no bom sentido. Diferentemente da maioria dos izakayas, as robatas são mais trabalhadas, não somente em relação aos ingredientes principais mas também aos molhos que acompanham.
Salmão com aspagos, para os viciados em salmão. Aqui é utilizada a parte gorda do salmão, deixando a robata bem suculenta. O aspargo dá um belo contraste de textura.
Spoon.2016_0094
Milho doce, além do sabor delicioso, aquele queimadinho que dá um toque especial.
Spoon.2016_0095
Polvo com molho de misso e maracujá. O polvo estava perfeito, macio e suculento. Já o molho foi uma surpresa inesperada, belíssima combinação!
Spoon.2016_0096
Robalo com shisso e umê, dupla infalível. Mas vale ressaltar a qualidade desse peixe e a sua perfeita execução. Imagine a alegria de uma pessoa que ama shisso e umê, rs.
Spoon.2016_0097
Vieiras com Uni, sim, é absolutamente perfeito!!! Me senti flutuando de felicidade…
Spoon.2016_0098
Pargo com Yuzu, outra preparação impecável de peixe.
Spoon.2016_0099
Pancetta com misso, segundo Tamada, um dos preferidos dele, e também o meu! Sabor e suculência na maior harmonia!
Spoon.2016_0100
Tamagoyaki com umê, um teste bem interessante. Reparem no detalhe das camadas deste tamagoyaki (omelete japonês).
Spoon.2016_0101
Para fechar as robatas, mais uma maravilha, Vieira com azeite de ervas.
Spoon.2016_0102
Realmente a experiência das robatas é mais do que especial. Não se apeguem ao cardápio, existem muito mais opções e novidades, peçam sugestões.
Ao sentarem no balcão, reparem no Alberto que comanda a grelha, a alegria dele preparando cada robata é no mínimo encantador.
A esta altura já estávamos mais do que  satisfeitos, mas não resistimos à tentação de experimentar uma sobremesa. Escolhemos a Banana assada temperada com calda de caramelo e sorvete de pistache. A banana estava muito boa, mas o sorvete de pistache era delicioso!
Spoon.2016_0103
Como comentei no começo deste post, é um izakaya com proposta diferenciada, meio restaurante, meio izakaya. Diferentemente de muitos izakayas com espaços não muito convidativos, apesar de pratos saborosos e simpatia dos cozinheiros, este oferece um conjunto de características que me agradou muito. Outro item que me chamou a atenção foi o cuidado da equipe em relação ao timing dos pratos, sem acelerar, nem ser muito lento. Assim é possível harmonizar as delícias da cozinha com a variedade de bebidas.
Recomendo também o menu degustação com algumas entradas e sequência de robatas que sai por R$ 160,00.
A experiência foi tão positiva que não vejo a hora de retornar! Parabéns a toda a equipe pelo lindo trabalho. Sucesso!!!

Huto Izakaya
Facebook: https://www.facebook.com/pages/Huto-Izakaya/934562999954128?fref=ts
Endereço: Rua Jesuíno Maciel, 682, Campo Belo, São Paulo, SP.
Telefone.: (11) 5041-6809.
Horário de funcionamento: Segunda a sábado, 19h/0h; Fecha aos domingos.

O dia da Panqueca

Hoje é dia da panqueca! Terça feira que marca o início da quaresma, conhecido como Shrove Tuesday, é para os britânicos, o Dia da Panqueca. Shrove se refere ao ato de confessar, receber uma penitência e ser absolvido de seus pecados. Porque panquecas? Pois bem, depois de confessarem, passava-se o dia comemorando com um banquete, e nesse contexto, as panquecas eram feitas para usar o estoque de manteiga, açúcar e ovos, que eram proibidos de serem utilizados durante a quaresma.
Para comemorar o dia, preparei minha panqueca para o café da manhã – massa de panqueca básica, manteiga, maple syrup e bacon!
SpoonCook.2016_0010
Também em homenagem a este dia, indico aqui um restaurante especializado em panquecas holandesas, o The Dutch Pancake, um charme no meio do Itaim.
Spoon.2016_0031
Para aqueles que preferem o ar condicionado nesses dias de calor, o salão interno.
Spoon.2016_0033
Experimentei a panqueca Romeu e Julieta – goiabada cascão com sorvete de queijo, uma delícia!
Spoon.2016_0034

The Dutch Pancake
Facebook: https://www.facebook.com/thedutchpancake/?ref=ts&fref=ts
Endereço: Rua Pais de Araujo, 119, Itaim Bibi, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3758-4991.
Horário de funcionamento: Seg. a Qua. 11:30 às 17:00; Qui. 11:30 às 22h; Sex. 11:30 às 23h; Sáb. 10h às 23h; Dom. 10h às 17h.