Arquivo mensal: junho 2014

Nakata Café em São Paulo durante a Copa 2014

O Nakata Café, do ex jogador japonês Hidetoshi Nakata, está temporariamente instalado no Octavio Café, na Brigadeiro Faria Lima.
Spoon_AG_2014_288Com esta parceria, o Nakata café pretende apresentar a cultura japonesa, trazendo 14 rótulos de sakês e um cardápio especial criado pelo chef Nobu Okamoto, do premiado restaurante La Bombance.
Spoon_AG_2014_301A convite da nossa incrível sommelier Sonia Yuki Yamane (gravem esse nome!!! rsrs), fomos conhecer o café e a degustação de sakês. Durante o almoço (11h às 15h) e o jantar (18h ao fechamento), pode-se adquirir um voucher de R$ 90,00, que dá direito a um prato e dois sakês. Lembrando que é necessário comprar o voucher para aquisição dos pratos e sakês, que não são vendidos a la carte. Os sakês podem ser comprados por R$ 20 (a dose) para aqueles que já compraram o voucher. Enfim, a idéia é de divulgar os sakês, mas confesso que fiquei um pouco chateada de não poder comprar os pratos à parte, já que pagar R$ 90 por prato é demais e beber tudo isso de sakê, sinceramente não é viável no meu caso, hehehe. Levei uma amiga do restaurante e assim pudemos experimentar dois pratos e 4 sakês… Vai vendo, rs…
Spoon_AG_2014_289Pedimos, para começar, o prato com nome de “Céu”, com as porções descritas um a um abaixo. A louça é uma atração à parte!!!
Spoon_AG_2014_290Berinjela grelhada com cogumelos (shitake e shimeji), com molho de soja e gengibre.
Spoon_AG_2014_291
Mushibuta – porco cozido em vapor com molho de misso avinagrado e gergelim.
Spoon_AG_2014_292Atum com molho de soja e nori (alga). Apesar da descrição em português não citar, ainda há um toque de matcha que além de esteticamente interessante, faz toda a diferença na combinação de sabores. Sem duvida, a maior surpresa dos três.
Spoon_AG_2014_293Para a primeira rodada, a Sônia selecionou o Hakurakusei (frutado), Mikotsuru (junmai) e o Zaku (seco). A brincadeira começa com a experimentação das iguarias, depois combinando com cada sakê. Para uma leiga como eu, poder sentir nítidas diferenças, e a maior ou menor harmonia, é no mínimo instigante! Só é pena que as porções são pequenas…
Spoon_AG_2014_303Pedimos também o Ochazuke, no cardápio, descrito como “arroz com chá verde e frango com molho de sesamo”. Mas na verdade, o que veio foi um caldo a base de peixe seco, arroz, verduras, frango e gergelim. Imagino que foram adaptações de última hora, mas o caldo, é bem interessante, sem dúvida, o destaque do prato. Infelizmente chegou meio morno, imagino também que tenham problemas de logística pelo espaço tão reduzido.
Spoon_AG_2014_304O destaque da noite foi o Hakurakusei, que pudemos experimentar mais de uma dose, graças ao Adegão (da Adega do Sakê) que conhecemos no dia!
Spoon_AG_2014_305Infelizmente não consegui registrar por estar absolutamente focada, mas além de termos uma mega aula incrível com a Soninha, tivemos uma profunda aula sobre a produção de sakês com um representante de produtor de sakê presente no evento. Imagine a nossa mesa com experts como a Soninha e o Adegão, eu e a Érica absolutamente leigas no assunto, todos com fluência no japonês, tendo uma “palestra” com desenhos esquemáticos, fotos e vídeos. Foi simplesmente o máximo!!!
E ainda estava por começar o primeiro jogo do Japão, pessoal começando a chegar, vários turistas japoneses, camisas azuis… Pena que não ganhou, mas com certeza, nós ganhamos muito na degustação!! hehehe.
Spoon_AG_2014_300E vocês acham que acabou por aí? Que nada, tem mais!!!
No dia 17 de junho ocorreu o evento para jornalistas com o Chef Jefferson Rueda, propondo a harmonização de pratos brasileiros com sakês. A descrição do folheto era: “Jefferson Rueda – ‘Here is my italo caipira cuisine’ – A chat with Jefferson Rueda, chef at Bar da Dona Onça where has an affective cuisine and remember a good time of bohemia. And Attimo restaurant in São Paulo. From his ‘italo caipira’ cuisine to the rising of South American gastronomic scene“.
Spoon_AG_2014_317Como petiscos foram servidos – Coxinha de frango; Pastel de bobó de camarão; e Canudinho de creme de palmito. Absolutamente deliciosos!!!
Spoon_AG_2014_318Para acompanhar, foram servidos o shochu (destilado) e o sakê (fermentada). Para maiores informações, sugiro a consulta do Site da Adega do Sake. Os salgados, basicamente frituras, e acompanhadas de um tubo de pimenta combinaram muito com o shochu.
Aqui um break forçado pela presença dos ex jogadores de futebol, Nakata e Kazu, causando o maior alvoroço entre os jornalistas japoneses… Seguuuuura peão…. Gentens, foco no evento!!! kkkk.
Spoon_AG_2014_319Voltando… O prato principal – Pirarucu com pirão, sagú de tapioca e tucupi, além da montagem linda, ainda estava saborosíssimo! Esse foi acompanhado de sakê, mas depois a Soninha trouxe outro sakê, diferente do que estava sendo servido, o Nambu-bijin, e elevou o prato a um nível incrivelmente maior… Para ver que as possibilidades são incríveis!
Spoon_AG_2014_311Perguntei ao chef Jefferson Rueda, se acreditava que os sakês conseguiriam ser difundidos em restaurantes não japoneses, e ele respondeu que sim. Assim como várias bebidas, podem virar moda, além de citar a importância de treinamentos para que se possa divulgar esses produtos de forma a valorizá-los.
Aqui, gostaria de fazer um paralelo com um evento inesquecível que pude participar, a “Harmonia Assimétrica” dos chefs Tadashi Shiraishi e André Mifano, na qual o sakê foi uma das bebidas da harmonização. Eventos de harmonização de sakês em restaurantes japoneses existem e são cada vez mais divulgados, no entanto, o que me chama a atenção do evento “Harmonia Assimétrica” é exatamente juntar as cozinhas japonesa e ocidental e aos poucos mostrar o potencial dos sakês para um público mais amplo.
Bem, então fica a dica para quem quiser conhecer esse novo mundo que está invadindo São Paulo. Até dia 26 de junho a Soninha estará no espaço Nakata Café dentro do Octavio Café da Faria Lima. Façam perguntas, experimentem, sintam as sutilezas dos diferentes sakês e shochus, heheheh.

Nakata Café / Octavio Café
Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.996, Jd. Paulistano, São Paulo, SP.
Telefones: (11) 5044-0550 / 5536-3317
Horários: Almoço: 11h às 15h; Jantar: 18h ao fechamento.

Anúncios

Paulista Burger – delícia de experiência

O Paulista Burger, localizado próximo ao burburinho da Av. Paulista é uma ótima parada para aqueles que curtem deliciosos hamburgueres, como eu. A convite do nosso amigo Hideki, fomos conhecer com a turminha do restaurante e a sempre companheira das gordices, a Sônia, kkkk.
O chef Danilo Boer foi o maestro de nossa experiência, sugerindo pratos de destaque da casa. Começamos com três entradas chegando ao mesmo tempo, ô maravilha.
A Costelinha Barbecue acompanhada de mandiocas cremosas (cubos fritos feitos com creme de mandioca), um desbunde!!! Detalhe da carne soltando facilmente do osso e as viciantes mandiocas cremosas.
Spoon_AG_2014_266bVejam o detalhe da mandioca – crocantes por fora e cremosas por dentro…
Spoon_AG_2014_270Fritas com Cheddar e Bacon. A textura e sabor do cheddar é incrível, e o bacon vem no tamanho perfeito para temperar o conjunto.
Spoon_AG_2014_267bE os Anéis de Cebola empanados, acompanhados de molho picante. Massa crocante por fora, e macia por dentro, combinando perfeitamente com o molho.
Spoon_AG_2014_268bE que venham os hamburgueres!!! Pense, 5 pessoas, e 6 hambúrgueres diferentes!!!
Spoon_AG_2014_283bE a felicidade da galera!! Destaque para o chef Danilo!! Olha só, até que saiu bem na foto, né não? kkkk
Spoon_AG_2014_280O meu preferido, apesar da foto não ter ficado a melhor, foi o Saboroso – hamburguer suíno, chutney de cebola roxa, elaborado com mel e especiarias, molho barbecue caseiro, queijo cheddar cremoso, queijo tipo reino, no pão australiano. Sério, a combinação de sabores é fantástica!!
Spoon_AG_2014_273O segundo que mais gostei foi o Lanche da Nona – hambúrguer bovino, muçarela de búfala, rúcula, tomate caqui, pesto e pão de hamburguer.
Spoon_AG_2014_275Em terceiro, o Chilli Burger – hambúrguer bovino, chilli beans com carne, pimenta jalapeño, queijo cheddar cremoso, nacho, no pão de hambúrguer.
Spoon_AG_2014_272Os outros são muito bons também, mas esses, por enquanto são meus top 3.
Esse leva o nome da casa, Paulista Burger – hambúrguer bovino, queijo tipo reino, tomate confitado com azeite e manjericão, alface lisa, maionese e pão de hambúrguer.
Spoon_AG_2014_277Americano – hambúrguer bovino, muito cheddar cremoso, chips crocante de bacon, no pão de hambúrguer integral com gergelim. Esse é ótimo, para aqueles que têm muitas frescuras, não como isso, não como aquilo, hahaha, costuma agradar a maioria!
Spoon_AG_2014_276Por fim, Frango – hambúrguer de frango grelhado ou empanado, maionese, requeijão cremoso tirolez, mostarda Dijon, tomate caqui e rúcula, no pão de hambúrguer. Interessante é o uso não do peito de frango, mas coxas e sobrecoxas que são mais saborosas.
Spoon_AG_2014_274Os pães maravilhosos são feitos pelo chef Rogério Shimura!!
Um ponto importante no estilo do chef Danilo é o hambúrguer mais baixo e mais largo, pegando todo o raio do pão, de forma que cada mordida terá sempre o pão e o hambúrguer. Além disso, a altura menor, permite dar a mordida com maior conforto.
A casa possui dois ambientes, no térreo e no andar superior, gostei do segundo, onde o ambiente é mais intimista.
Spoon_AG_2014_285Vale a pena conferir!!
Um muitíssimo obrigada ao chef Danilo pela calorosa recepção e pela incrível experiência. Parabéns pelo lindo trabalho!!! Até breve!!!
Spoon_AG_2014_287
Paulista Burger
Website: http://www.paulistaburger.com.br/index.html
Endereço: Rua Augusta, 1499, Cerqueira César, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 4564-5504 / 4564-5503
Horário de funcionamento: seg a sex – 12h à 0h; sáb e dom – 12h à 1h.