O Frango Desossado Recheado e Assado

Agora sim, temperado, a farofa de miúdos preparada, vamos à montagem! Adorei essa técnica de colocar os palitos de dente e passar o barbante trançando, muito prático.

COOK.2013.12_184Resolvi dar uma dourada no açúcar para ficar bonitão, sem a cara meio pálida que meus frangos costumam ficar.

COOK.2013.12_185Mas o grande erro foi ter esquecido de um detalhe, o tempo de forno. Quando caramelei a codorna na aula, o tempo de forno era bem curto. Já um frangão desse fica mais ou menos 3 vezes do tempo da codorna. Resultado, ficou meio queimadinho… ó dó…. Da próxima vez, preciso dourar um pouco menos e tomar cuidado para tirar o excesso, que foram as partes que justamente ficaram mais pretinhas.

COOK.2013.12_186A parte do pescoço que costurei saiu direitinho, mas na parte inferior, quando fui tirar os palitos e a linha acabou saindo como se fosse um band-aid, hihihi. Mais uma coisa para tomar cuidado, na hora de costurar pegar mais pele e não costurar rente à borda.

COOK.2013.12_187E tchanãs o corte, vamos ver como ficou… Nhamy….

COOK.2013.12_188É, tenho que treinar muito ainda. A carne saiu perfeita, bem tenra e suculenta, mas um pouco sem sal. Como a farota ficou um pouco salgada por conta especialmente das azeitonas e alcaparras, quando saboreadas juntas, fica ótimo, mas se comer somente a carne, fica sem sal. Confesso que fiquei com medo de colocar muito sal na hora de temperar, achei que a carne poderia ficar meio dura, mas da próxima vou com mais fé, hehehe. Bon Appétit!!

COOK.2013.12_189

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s